domingo, 30 de setembro de 2007

FICAR OU NÃO FICAR

O assunto da atualidade entre os jovens e os adultos também, é a nova moda de FICAR ou NÃO FICAR. Na verdade, entre os próprios jovens não há uma definição precisa. As adolescentes dizem que esta é a única maneira de definir se o menino vale a pena para um futuro namoro. Dizem que tem a chance de provar o beijo e ver se rola a tal chamada "química". Já os adolescentes, dizem que é apenas curtição. "Ficar" é algo que não exige compromisso. Uma azaração sem maiores objetivos. Beijam e partem para algo mais profundo e intenso; o sexo. Explicação mais aceita para a alta taxa de meninas grávidas.
Para alguns adultos, uma revolução da antiga paquera. Algo que dá ao jovem a liberdade para decidir sobre prováveis relacionamentos. Para os mais conservadores, "ficar" é um ato que libera a promiscuidade pelo simples fato de em uma noite se beijar mais de 1o meninos ou meninas. Além de incentivo a outras práticas não aceitas.
Não há como impedir. Eu já tentei fazer isso com minha filha, mas o resultado foi zero. Hoje ela me conta ( não em detalhes ) sobre os meninos que já ficou e eu, apenas ouço.
Ficar ou não ficar??? Uma opção atual.
Pena que não podemos ter esta opção para muitas outras coisas que nos são impostas.

Um comentário:

re disse...

Fantástico teu blog! Adoro crônicas e nunca consegui escrevê-las. Vc tem o dom de expressar suas opiniões de maneira clara e decida, abordando o assunto com muito tato. Parabéns pelo blog!
Um abraço.
Re